Modos da Câmera fotográfica

Modos da Câmera fotográfica

 

Mais uma vez devo lembrar a importância de ler o manual da sua câmera. Praticamente tudo o que digo aqui é explicado e com mais detalhes nele. Eu ainda quero falar sobre os modos normais de uso da câmera DSLR  para que tudo que foi explicado na lição anterior sobre Exposição não seja pura teoria.

Todas as câmeras DSLR no mercado têm, pelo menos estes modos:

  • Automático ( P é quase sempre automático)
  • Prioridade da abertura do diafragma (Av)
  • Prioridade do tempo de exposição (Tv)
  • Manual (M)
  • Modos automáticos específicos (esportes, retrato noturno, paisagem, macro, etc …)

imagem
Sua câmera pode ter mais modos, mas estes são os principais que a maioria das câmeras DSLR vai conter. Vou falar especificamente dos primeiros 4 modos de disparo e não entrar em detalhes sobre os programas automáticos específicos.
Como falado na lição anterior, a exposição é o equilíbrio entre a abertura do diafragma, tempo de exposição e a sensibilidade do sensor. Assim, dependendo do tipo de fotografia que você quer fazer vai definir que modo mais apropriado que iremos utilizar, se usar um ou outro modo.
Ao tirar uma foto você sempre tem que perguntar qual tipo de foto você quer fazer e que o ambiente lhe proporciona, e dependendo da resposta você vai usar uma modo ou outro.

Modo automático

O mais apropriado na maioria das ocasiões é o modo automático. Este modo calcula automaticamente todas as configurações da câmera melhor compreendidos por ela para tirar a foto. Ele não deixa espaço para a criatividade, embora seja uma forma adequada quando você não tem tempo para parar e pensar, se você é preguiçoso ou se você é novato e por isso está fazendo este curso para aprender(rsrsrs).

Mas eu o encorajo a deixar este modo o mais rápido possível, uma vez que você está deixando toda a responsabilidade das fotos da câmera para ela mesmo. Se você utiliza sempre o modo automáticos por preguiça, pelo menos analise as fotos que estão sendo tiradas pelo visor de sua câmera e pense em quanto eles poderiam estar melhor se você tivesse usado um pouco de criatividade e recursos que você tem disponível mas não está utilizando.

Modo de Prioridade de abertura do diafragma (semi-automático)

Neste modo, o fotógrafo é quem decide que abertura do diafragma usará, geralmente também decide qual a sensibilidade do sensor. Dependendo do modelo e as configurações de câmera também pode calcular automaticamente a sensibilidade adequada. Assim, desta forma você pode escolher a abertura e a câmera calcula o tempo de exposição adequado.

Esta é a maneira que eu uso em 80% das minhas fotos. Todos devem se acostumar com uma maneira de fotografar e eu me acostumei com esta.

Eu costumo escolher a abertura que eu quero. Ao pressionar levemente o botão do obturador da câmera ela me diz o tempo de exposição que ela considera correto. Dependendo se o tempo parece ser muito baixo ou muito alto abra ou feche o diafragma. Mais uma vez pressione o botão do obturador e se tiver no tempo que eu quero então disparo.

Quando devo usar isso?

É aconselhável usá-lo quando quiser controlar a profundidade do campo, que é algo que vamos discutir em algumas questões mais tarde.

imagem

Nesta foto acima eu usei o modo de prioridade de abertura do diafragma, porque eu queria controlar a profundidade do campo para desfocar o fundo e dar mais destaque para o menino. Para isto ajustei a câmara 800 e f2.8 sensibilidade do ISO porque o ambiente não era muito claro. A câmera calculou um tempo de exposição de 1/100 seg. Que parecia bom, considerando que as crianças se movimentar muito.

Modo de prioridade do tempo de exposição (semi-automático)

Neste modo, o fotógrafo é que escolhe o tempo de exposição utilizado a sensibilidade do sensor. Como dito antes, á câmeras que calculam automaticamente a sensibilidade. A câmara irá calcular um diafragma de abertura adequado.

Este modo é recomendado quando você quer controlar o movimento. Por exemplo, na fotografia de esportes, onde queremos garantir que o movimento fique congelado, use este modo para definir um tempo de exposição baixo. Da mesma forma, se queremos conseguir um efeito de seda numa cascata, use um tempo de exposição maior.

imagem

Nesta foto eu usei o modo de Prioridade do Tempo de Exposição porque eu queria ter certeza do congelamento da bandeira. Definir um tempo de 1/250 seg. e ISO 100 para a máxima qualidade de imagem e a câmara calculada automaticamente a abertura da íris F9.

Modo Manual

Neste modo, é o fotógrafo que controla todos os parâmetros. Ele irá escolher tanto o diafragma de abertura o tempo de exposição como a sensibilidade. Assim, pode ser usado com o método de tentativa e erro, ou utilizando fotômetros externos ou copiar uma medição feita na mesma posição em um modo automático e modificá-lo depois.

Este modo é recomendado para usar quando você quer controlar absolutamente tudo na exposição. É um método usado por exemplo na fotografia á noite.

imagem 48

Sensibilidade: ISO 200 | Abertura: f / 4.5 | T. exposição: 30 seg

É também utilizado quando se fotografa com flash, porque o flash é um novo elemento da combinação de abertura / hora / sensibilidade. Usando o modo manual com o flash no modo TTL (flash automático) o fotógrafo ajusta a abertura, tempo e sensibilidade da câmara e intensidade do flash calcula o que você precisa para iluminar a cena e deixando exposto corretamente.

Compensando a exposição

Nos programas automáticos e semi-automáticos, a câmera faz cálculos sempre para conseguir o que entende-se uma imagem corretamente exposta. Mas se o resultado final nem sempre coincide com o resultado de uma foto com que um fotógrafo com conhecimento realiza manualmente, pois ele tem uma percepção mais realista do que se deve fazer.

Então como compensar a falta ou excesso de luz em um cenário? Você irá  subexpor para escurecer ou sobreexpor para torná-lo mais claro.

imagem

Leia o manual da sua câmera para descobrir como ela é usada.

Se depois de tirar uma foto que você percebeu que ficou muito clara ou escura, repeti-la novamente pois a câmera pode ter calculado mal a luz. Se o problema ocorrer novamente compensa a exposição. No exemplo da foto abaixo era muito claro e a geleira não ofereceu muitos detalhes. Compensando a exposição passei para -0,66  e a foto foi exposta corretamente e a paisagem ofereceu mais detalhes.

imagem 49

NOTA: Tenha cuidado ao usar a compensação de exposição, porque a câmera ficará agora configurado com esta medida e se você esquecer de configurá-la de volta ao zero pode prejudicar as outras fotos tiradas em seguida.

Sempre rotineiramente se adaptar para retornar a câmera para parâmetros normais.

Controle de Exposição ou Bracketing

Bracketing é um recurso que permite tirar até 3 fotos em uma sequência, em que a câmera estará automaticamente variando os parâmetros para uma foto subexposta, outra exposta e uma superexposta, conforme a medição feita pela câmera.

Este método é utilizado em condições difíceis e, especialmente onde não haverá nenhuma chance de repetir a foto. Sob condições normais raramente é utilizada porque você poderá repetir a foto e corrigir a falha depois de ver o resultado na tela. Ainda assim, é bom ver no manual de como ele é usado e fazer alguns testes.



Continue lendo as demais aulas deste CURSO ONLINE GRÁTIS – CURSO DE FOTOGRAFIA ONLINE

Avalie esta página! Obrigado!

Modos da Câmera fotográfica

15 de novembro de 2017

0 respostas em "Modos da Câmera fotográfica"

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

gyncursos.com.br © por GYN / Todos os direitos reservados