Como medir e rastrear o tráfego em seu site

Como medir e rastrear o tráfego em seu site

Diz-se que é uma regra universal da ciência de gestão que tudo o que é mensurável(que se pode medir) é possível mudar. Embora não seja o suficiente para ser uma declaração universal, aplica-se muito bem ao campo do SEO – Search Engine Optimization. Os SEO bem-sucedidos são conhecidos por praticar um rastreamento forte e avaliar muito bem as métricas para desempenhar um papel fundamental no sucesso e criar melhores estratégias.

Aqui estão algumas métricas que você precisará medir e acompanhar regularmente:

1. Origem de tráfego.

É crucial saber qual a fonte de tráfego que contribuiu com visitas para seu site, diário, semanal ou mensalmente. Essas fontes geralmente são classificadas em quatro grupos com base no local onde o tráfego se originou:

  • Tráfego direto

Se refere as visitas que apenas digitaram sua URL diretamente no navegador e chegaram em sua página sem intermediários, ou aqueles que tinham seu site nos favoritos do navegador, ou seu link foi encaminhado por um amigo no chat, mensagens instantâneasemail, etc. O tráfego por e-mails não são rastreáveis.

  • Tráfego por referência(Referral)

Estes são os visitantes que vieram através de Links em algum conteúdo promocional, banners ou links em algum site ou blog em toda a web. Estes são muito rastreáveis.

  •  Tráfego através dos Sites de busca (também chamado de tráfego de busca orgânica)

Este é o tráfego que é enviado pelos sites de busca quando usuários realizam suas pesquisas e  clicam na URL de seu site nos resultados da página de busca.

  • Tráfego social

Esta parte do tráfego inclui as visitas originadas a partir das redes sociais, e permite que você meça os benefícios de seus esforços nas mídias sociais em termos de visitas e conversões.

analytics
Visão geral de Origem de Tráfego no Google Analytics ( https://analytics.google.com/analytics/web/)

Estar ciente dos números e porcentagens permite identificar os pontos fracos e pontos fortes de seu site, entender os aumentos e diminuições no tráfego, suas fontes, interpretar padrões em seu desempenho, e tantas outras informações tão importantes e que poderia ser desconhecidas se você não estivesse acompanhando e analisando mais de perto estas métricas.

2. Tráfego recebido devido a determinadas palavras-chave ou frases em particular

É extremamente essencial estar ciente de quais palavras-chave são as que trazem o maior tráfego e também quais são as que não estão dando resultados. Você pode estar sob otimizado para determinadas palavras-chave que têm muito potencial de tráfego e que seriam excelentes contribuintes para o tráfego de seu site.

Lembre-se, se o seu site fosse uma música, as palavras-chave seriam o refrão que todas pessoas normalmente se lembram, as partes memoráveis ​​da letra ou da melodia. Portanto, é altamente importante para você ter uma imagem clara de quais palavras-chave interpretam ou diz o que o seu site é.

A análise de qualquer site estará incompleta sem o devido rastreamento regular do desempenho de suas palavras-chave. E, felizmente, existem muitas ferramentas disponíveis para ajudá-lo em escolher as palavras-chave mais apropriadas para seu site.



3. Tráfego por sites de busca específicos

É crucial medir como seu site está agindo em relação a certos sites de busca específicos, e não apenas como o seu site está se relacionando com os sites de busca em geral. Vejamos algumas razões pelas quais você precisa ter um conhecimento de seu relacionamento com sites de busca específicos:

  • Comparando Participação de Mercado com Desempenho

Ele permite que você analise a contribuição do tráfego de sites de busca específicos de acordo com sua participação no mercado. Diferentes sites de busca irão melhor em diferentes categorias ou campos de pesquisa. Por exemplo, o Google irá melhor em áreas, que são mais as características de uma população mais jovem, mais tecnológica e alfabetizada pela internet, em oposição a campos como história ou esportes.

  • Compreendendo os dados em gráficos de visibilidade

No caso de ir a fundo nas estatísticas de tráfego dos sites busca, e se você tiver a capacidade de manter métricas separadas de tráfego relativos de sites de busca específicos, você estará em melhor posição para solucionar um problema quando ele aparecer. Por exemplo, se a queda no tráfego for consistente em todos os sites de busca, o problema provavelmente poderá ser um desinteresse pelo assunto tratado em seu site em vez de uma penalidades, caso em que haveria uma queda maior na contribuição do Google do que os demais sites de busca.

  • Explorando o valor estratégico

Uma vez que os diferentes sites de busca respondem de forma diferente aos esforços de otimização, é mais fácil ter uma estratégia mais efetiva e focada, se você puder identificar qual das suas técnicas de otimização ou táticas está funcionando melhor para cada site de busca. Por exemplo: Otimização na página e métodos centrados em palavras-chave oferecem resultados mais significativos no Bing e Yahoo !, em comparação com o Google. Então você saberá o que você pode fazer para aumentar os rankings e atrair tráfego de sites de busca específicos e o que você pode estar fazendo de errado.

 

Continue lendo as demais aulas deste CURSO ONLINE GRÁTIS – Curso SEO – Otimização de Sites

Avalie esta página! Obrigado!

Como medir e rastrear o tráfego em seu site
5 (100%) 1 vote

27 de novembro de 2017

2 respostas em "Como medir e rastrear o tráfego em seu site"

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

gyncursos.com.br © por GYN / Todos os direitos reservados