Storyboarding na Criação de Ideias

Storyboarding na Criação de Ideias.



O storyboard é uma técnica de criatividade que geralmente usa gráficos em sequencia para explicar um cenário, de modo que o planejamento para esse cenário possa ser feito.

Assim como o brainstorming, isso também é empregado principalmente por grupos.

Requer um moderador e ocorre em um grupo de 8 a 12 pessoas.

O moderador primeiro organizará as idéias obtidas na sessão de brainstorming em uma ordem lógica em um quadro branco.

Uma história será criada em torno dela com a máxima interligação de ideias em diferentes peças.

A representação gráfica ajuda a manter todos os fatores diante de seus olhos, o que ajuda a interconectar diferentes fatores ao procurar soluções.

Cada fase tem uma seção crítica em que os participantes discutem seu storyboard.

O processo de storyboard inclui quatro fases:

  • Planejamento– Esta fase começa com os problemas claramente definidos pelo moderador. Ele então pega um pedaço de papel e se prepara para tirar notas dos participantes.
  • Ideias– Nesta fase, as ideias são colocadas e diferentes planos para as pessoas são organizados de acordo com a sequencia das novas ideias.
  • Organização– Durante esta fase, os participantes decidem quem entre eles irá implementar as soluções finalizadas e o cronograma do plano a ser implementado.
  • Comunicação– Nesta fase, os participantes são convidados a compartilhar seu storyboard com todos os membros da organização.

Através deste processo, eles podem ilustrar com palitos de fósforo, esboços de balões e fluxogramas para dar uma imagem visual à sua ideia.

Na próxima seção, discutiremos a técnica da excursão e seus benefícios.

A técnica da excursão

Este é um método muito eficaz de persuadir um grupo de pessoas a projetar e desenvolver novos padrões de pensamento para abordar situações únicas e formular estratégias baseadas em suas análises.

Este processo geralmente envolve cinco etapas –

  • O primeiro passo– O instrutor pede aos participantes que façam uma viagem imaginária para um lugar que aparentemente não tem conexão com o assunto em questão.

Alguns desses lugares podem ser um museu, uma selva ou outro planeta, etc.

Depois que a jornada terminar, os participantes precisam desenhar de 8 a 10 imagens com base em sua experiência daquele lugar.

  • O segundo passo– O consultor pede aos participantes que desenhem semelhanças e estabeleçam relações entre as imagens de sua excursão imaginária e os problemas da vida real que estão enfrentando atualmente em seu cenário.
  • Terceiro Passo– Os participantes são agora instruídos a analisar as conexões entre os problemas e as analogias e identificar os que estão mais próximos e mais distintamente ligados a todos os fatores.
  • A Quarta Etapa– Os participantes compartilham suas experiências de sua jornada imaginária com seus companheiros de equipe sobre o que viram, com quem interagiram, que analogias eles desenharam e suas soluções.
  • O Quinto Passo– Assim como o brainstorming, os participantes discutem as ideias uns dos outros e descobrem uma solução comum para os problemas, além de uma narrativa comum que pode incluir todas as suas ideias.



Clique em PRÓXIMA AULA abaixo para continuar este curso e receber um Certificado Digital gratuitamente ao concluir

CADASTRE-SE AGORA em nosso canal de Cursos em Vídeos no YOUTUBE para receber novos Cursos em primeira mão – youtube.com/c/GynCursosOnline

 
gyncursos.com.br © Desenvolvido por GYN SITES