Servidor para Rede de Computadores


Em informática um servidor é um sistema de computação que fornece serviços a uma rede de computadores. Esses serviços podem ser de natureza diversa, como por exemplo, arquivos e correio eletrônico. Os computadores que acessam os serviços de um servidor são chamados clientes. As redes que utilizam servidores são do tipo cliente-servidor, utilizadas em redes de médio e grande porte (com muitas máquinas) e em redes onde a questão da segurança desempenha um papel de grande importância. O termo servidor é largamente aplicado a computadores completos, embora um servidor possa equivaler a um software ou a partes de um sistema computacional, ou até mesmo a uma máquina que não seja necessariamente um computador.

A história dos servidores tem, obviamente, a ver com as redes de computadores. Redes permitiam a comunicação entre diversos computadores, e, com o crescimento destas, surgiu a ideia de dedicar alguns computadores para prestar algum serviço à rede, enquanto outros se utilizariam desses serviços. Os servidores ficariam responsáveis pela primeira função.

Com o advento das redes, foi crescendo a necessidade de estas terem servidores e minicomputadores, o que acabou contribuindo para a diminuição do uso dos mainframes.
O crescimento das empresas de redes e o crescimento do uso da internet entre profissionais e usuários comuns foi o grande impulso para o desenvolvimento e aperfeiçoamento de tecnologias para servidores.

Tipos de servidores

Existem diversos tipos de servidores. Os mais conhecidos são:

Servidor de fax: serve para transmissão e recepção automatizada de fax pela internet, disponibilizando também a capacidade de enviar, receber e distribuir fax em todas as estações da rede;

Servidor de arquivos: armazena arquivos de diversos usuários;

Servidor web: responsável pelo armazenamento de páginas de um deter- minado site, requisitado pelos clientes através de browsers;

Servidor de e-mail: responsável pelo armazenamento, envio e recebimento de mensagens de correio eletrônico;

Servidor de impressão: responsável por controlar pedidos de impressão de arquivos dos diversos clientes;

Servidor de banco de dados: possui e manipula informações contidas em um banco de dados;

Servidor DNS: responsável pela conversão de endereços de sites em endereços IP e vice-versa;

Servidor proxy: atua como um cache, armazenando páginas da internet recém-visitadas, aumentando a velocidade de carregamento dessas páginas ao chamá-las novamente;

Servidor de imagens: tipo especial de servidor de banco de dados, especializado em armazenar imagens digitais;

Servidor FTP: permite acesso de outros usuários a um disco rígido ou servidor. Esse tipo de servidor armazena arquivos para dar acesso a eles pela internet;

Servidor webmail: utilizado para criar e-mails na web;

Servidor de virtualização: permite a criação de máquinas virtuais (servidores isolados no mesmo equipamento) mediante compartilhamento de hardware; significa aumentar a eficiência energética sem prejudicar as aplicações e sem risco de conflitos de uma consolidação real.
Os clientes e os servidores se comunicam através de protocolos, assim como dois ou mais computadores de redes.

Um computador, ocasionalmente, pode prover mais de um serviço simultaneamente. Pode existir em uma rede, um computador que atue como um servidor web e servidor de banco de dados, por exemplo; ou um computador pode atuar como servidor de arquivos, de correio eletrônico e proxy ao mesmo tempo. Computadores que atuam como um único tipo de servidor são chamados de servidores dedicados, os quais possuem a vantagem de atender a uma requisição de um cliente mais rapidamente.


Figura: Um cluster com três servidores.

Com exceção do servidor de banco de dados (um tipo de servidor de aplicação), os demais servidores apenas armazenam informações, ficando por conta do cliente o processamento destas. No servidor de aplicações, os papéis se invertem, com o cliente recebendo o resultado do processamento de dados da máquina servidora.

Em uma rede heterogênea (com diversos hardwares e softwares) um cliente também pode ser um servidor e assim um servidor pode ser “cliente do cliente” tal como “servidor do servidor”. Por exemplo: uma rede tem um servidor de impressão e um de arquivos; supondo que você está no servidor de arquivos e necessita imprimir uma folha de um documento que você está escrevendo, quando você mandar imprimir a folha, o serviço do servidor de impressão será utilizado, e assim a máquina que você está usando, que é o servidor de arquivos, está sendo cliente do servidor de impressão, pois está utilizando seu serviço. É muito comum esse fato em redes de compartilhamento como o bitTorrent, pois ao mesmo tempo que um host pode ser um cliente por fazer download de um arquivo, pode simultaneamente ser um servidor, uma vez que outros computadores podem fazer download a partir dele.



 


APP GYN Cursos Programa de recompensas GYN Cursos

Cursos Mais Populares

gyncursos.com.br © Desenvolvido por GYN SITES