A placa-mãe e seus principais componentes


A primeira coisa que você deve saber é que a placa-mãe é a maior placa de um computador; entretanto, é importante alertar que o que caracteriza uma placa-mãe não é o seu tamanho, mas suas características e a importância de suas funções para o funcionamento do microcomputador.

Portanto, você aprendeu que, dentro do computador, podem existir diversas placas, mas que a placa-mãe é a maior delas; porém, isso ainda não é suficiente para identificar pois é necessário conhecer os seus componentes principais.

Veja a seguir, a imagem mostra os principais componentes da placa-mãe:

Figura: Placa-mãe

A placa-mãe também é conhecida como placa principal. Motherboard é um termo em inglês que também é utilizado para denominar a placa-mãe.

É importante destacar que esses componentes existem em todas as placas-mãe e que, apesar de todas elas possuírem características em comum, elas podem ter fabricantes, modelos, formatos e cores diferentes.

Agora que você já sabe a importância de uma placa-mãe, vamos detalhar seus componentes principais:

Independentemente do tamanho, cor e modelo, todas as placas-mãe têm:

  1. conector de teclado

    O teclado, como você viu na Aula 2, é um dispositivo de entrada indispensável para o funcionamento de um micro.

    Já sabemos que o teclado é fundamental. E agora? Onde devemos conectá-lo?

    Se você respondeu que deve ser na placa-mãe, parabéns! Você acertou…

    Toda placa-mãe possui conector no qual deve ser encaixado o teclado.

    Existem 3 modelos principais de conectores de teclado: o DIN e o mini-DIN e USB. O teclado que possui o conector USB é o teclado mais utilizado atualmente. Consequentemente, encontramos com maior frequência placas-mãe com conector para teclado USB. Entretanto, ainda é possível encontrar placas-mãe com conector para teclado mini-DIN.

  2. conector de fonte

    Como você já viu, a fonte de alimentação é um componente importante para o micro, pois fornece a energia necessária para o seu funcionamento.

    E, como você já deve saber, a fonte é conectada à placa-mãe.

    Portanto, toda placa-mãe possui conector para o encaixe da fonte de alimentação.


    Figura – Componentes da placa-mãe

    É o local onde encaixamos o processador, também conhecido como CPU, já mencionado. Como já foi visto, o processador também é uma peça fundamental para o funcionamento do micro, e ele é conectado à placa-mãe; portanto, toda placa-mãe tem o local para encaixarmos o processador.

    Existem dois tipos de processadores, se levarmos em conta a estrutura física: o processador em ”soquete”, que assume a posição horizontal (deitado), e o processador em “slot”, que assume a posição vertical (em pé).

    Na próxima aula, você verá as diferenças entre os computadores.

    O importante, neste momento, é saber que toda placa-mãe possui local para encaixar o processador.

  3. slots de expansão

    Slot é o local para encaixarmos componentes no sentido vertical (em pé).

    Nos slots de expansão encaixamos as placas de expansão.

    Toda placa-mãe possui slots de expansão. Eles podem ser de tipos, modelos, cores e tamanhos diferentes; entretanto, todos servem para encaixar as placas de expansão. Você verá as diferenças entre os slots.

  4. slots de memória RAM

    Memória RAM é aquela que armazena dados temporariamente e que é indispensável para o funcionamento de um micro. Slot para memória RAM é o local onde devemos encaixar os módulos de memória RAM.

    Toda placa-mãe possui slots para memória RAM; o que pode diferenciar é o tamanho, modelo e cor; entretanto, todos esses slots servem para encaixarmos os módulos de memória RAM. As possíveis diferenças entre as memórias serão vistas.

  5. bateria

    Todo micro possui uma bateria que fica conectada à placa mãe.

    Essa bateria é parecida com uma bateria de relógio e tem a função de man- ter a data e o horário do computador atualizados, além de também manter as informações do setup atualizadas.

  6. controladora IDE

    IDE, do Inglês Integrated Drive Electronic, signifi Eletrônica de Drive Integrada.

    Controladores são circuitos capazes de manter a comunicação do processa- dor com outro dispositivo que faça parte do micro.

    A controladora IDE é responsável por controlar a comunicação dos principais dispositivos de um micro com o processador, como, por exemplo, HD, drive de disquete, impressora e alguns tipos de mouse.

    Para interligar a controladora IDE ao dispositivo, utilizamos um cabo apropriado.

  7. memória ROM

Memória ROM é uma memória preestabelecida de fábrica e indispensável em um micro.

Essa memória vem gravada em um chip preso à placa-mãe. Por isso, podemos afirmar que toda placa-mãe possui memória ROM.

Como você já viu, a placa-mãe possui características marcantes comuns a todas elas; entretanto podemos encontrar recursos extras não encontrados em todas as placas-mãe.

Veja alguns desses recursos:

  1. conector USB

    USB, do Inglês Universal Serial Bus, significa Barramento Serial Universal.

    USB é uma forma de comunicação de dados entre o processador e um dis- positivo externo ao micro.

    As placas-mãe mais novas possuem conectores USB integrados a elas, nas quais é possível conectarmos diversos dispositivos que podem utilizar essa forma de comunicação (USB). Podemos citar como exemplos pen drivescanner, câmera digital, impressora etc.

  2. conector SATA

    SATA, do Inglês Serial Advanced Technology Attachment, significa Ligação Tecnologia Avançada Serial.

    SATA é um padrão de comunicação serial. Em algumas placas-mãe, pode- mos encontrar um conector SATA, ou seja, um conector por meio do qual é possível conectar um HD SATA, que utiliza a comunicação serial.

    Essa comunicação é mais rápida se comparada à comunicação existente na controladora IDE, que também controla HDs, conforme veremos nas próximas aulas.

    É necessário um cabo apropriado para interligar o HD à controladora SATA.




 
gyncursos.com.br © Desenvolvido por GYN SITES