Glossário de Marketing Digital Online


Glossário de Marketing Digital Online
Glossário de Marketing Digital Online

1. Teste A / B – Também chamado de teste dividido, o teste A / B é o processo de comparação de duas versões de uma página da Web para avaliar e comparar o desempenho de ambas as páginas.

2. Afiliado – Um afiliado é uma entidade com um relacionamento com outra entidade maior. Este termo geralmente é usado no marketing de afiliados, onde o indivíduo publica links de afiliados que geralmente ganham comissões da empresa que está vinculada.

3. Algoritmo – Um algoritmo é um programa de computador usado pelos motores de busca para procurar pistas ou sinais, o que lhes permite fornecer resultados de pesquisa relevantes aos usuários.

4. Atualização de Algoritmo – Os mecanismos de pesquisa atualizam regularmente seu algoritmo para adaptá-lo, para garantir a relevância dos resultados do mecanismo de busca e implementar novas tecnologias para indexar e classificar sites.

5. Aplicativo – O aplicativo é um software ou tecnologia, também chamado de programa de aplicativos, que é projetado para executar uma determinada função.

6. B2B – No marketing na internet, o B2B (abreviação de business-to-business) refere-se à troca de informações, produtos ou serviços entre empresas.

7. Ferramenta back-end – Back-end Tool é uma aplicação ou programa usado para gerenciar back-end do site. Mudanças feitas desta forma, refletem o front-end de um site.

8. Benchmark – Benchmark é um ponto de referência contra algo que é medido e comparado.



9. Taxa de rejeição – Esta métrica representa o número de pessoas que deixaram o site depois de visitar apenas uma página. Com base nas recomendações do Google, a taxa de rejeição abaixo de 40% é aceitável.

10. Branding – Branding é uma das tarefas de marketing que é feito no propósito de estabelecer uma imagem ou uma associação com um produto nas mentes dos consumidores potenciais através de diferentes tipos de campanhas de marketing.

11. Botão Call to Action (CTA) – É um botão postado no site que incentiva os visitantes a fazerem a ação promovida pelo botão, como comprar, se inscrever, registrar, etc.

12. Código – Na computação, um código é um conjunto de instruções que são escritas para permitir que um programa execute a tarefa atribuída pelas instruções.

13. Conteúdo – O conteúdo é uma informação em uma página que transmite uma história, compartilha dados relevantes e explica algo para usuários online. Diferentes tipos de conteúdo, como conteúdo escrito, imagens e vídeos, são criados para atrair, envolver e converter visitantes de sites, seguidores de redes sociais, assinantes de e-mail, etc.

14. Conversão – No marketing online, uma venda geralmente é considerada uma conversão. Quando você alcança uma conversão, significa que você conseguiu converter os visitantes do site em clientes pagantes. Dependendo do site, diferentes ações também podem ser consideradas uma conversão, como se inscrever para uma newsletter, baixar um arquivo, se tornar um seguidor social, etc.

15. Cookies – Os pedaços de dados que são enviados e armazenados no seu computador quando você usa um navegador para visitar um site são chamados de cookies. O objetivo dos cookies é registrar a atividade de navegação do usuário e adaptar o site para que ele corresponda aos interesses do usuário.

16. Direitos autorais – O direito autoral é um direito legal exclusivo dado ao proprietário do conteúdo criado.

17. CPM – CPM significa custo por quilometragem e representa custo por mil impressões. É um dos planos de pagamento de publicidade, onde você paga o preço por cada mil visualizações.



18. O CRO – CRO representa a otimização da taxa de conversão e representa a taxa em que os visitantes, navegando no seu site, convertem-se para os clientes.

19. DNS – Data sour name é uma estrutura de dados que contém informações sobre um determinado banco de dados. O DNS permite a conexão a este banco de dados.

20. Email Marketing – Email marketing é um tipo de marketing na internet, onde o processo de promoção de um site é conduzido através da campanha de email.

21.

22. Engajamento – Este termo refere-se à possibilidade de conexão com clientes para estabelecer conexão a longo prazo e aumentar a influência.

23. Página de entrada – Uma página de entrada é uma das páginas em um site que os visitantes vêem pela primeira vez quando chegarem ao seu site. Também é chamado de página de destino.

24. eWoM – Palavra verbal eletrônica é a versão online do marketing tradicional do boca-a-boca. Nesta forma, o marketing baseia-se na afirmação positiva ou negativa sobre a empresa, fornecida pelos clientes e compartilhada via mídia online, como redes sociais, e-mail, etc.

25. Página de saída – A página de saída é a última página acessada pelos usuários, antes de sair do site.

26. Google penalidade – A penalidade do Google tem um impacto negativo no ranking do seu site, pois o Google reduz o ranking em seu site devido à penalidade. A penalidade pode ser infeliz devido a uma atualização de algoritmo, ou o seu site pode ser penalizado devido ao uso de técnicas manipuladoras e enganosas, que são chamadas de SEO Black hat.

27. Página HTML – HTML significa Hypertext Markup Language e representa o sistema padronizado para marcação de arquivos de texto. A página HTML é uma página da Web que usa HTML para marcar o conteúdo, o que permite que os mecanismos de pesquisa identifiquem diferentes partes do texto.



28. HTML validator – HTML validator é um programa usado para verificar os elementos de marcação do HTML, a fim de detectar eventuais erros.

29. Impressão – No marketing digital online, a impressão, também chamada de exibição, é alcançada cada vez que um visitante online vê a informação, sem a necessidade de clicar nele.

30. Inbound marketing – O marketing de entrada refere-se às atividades realizadas pelos comerciantes com o objetivo de produzir interesse e atrair visitantes para o site, onde você tem a oportunidade de converter esses visitantes em clientes.

31. JavaScript – JavaScript é uma linguagem de script usada no arquivo HTML de um site.

32. Palavra-chave – Palavra-chave é uma palavra ou frase que é usada para descrever o conteúdo da página da Web. As palavras-chave são usadas em diferentes tipos de marketing na internet, como SEO, publicidade paga, etc.

33. Densidade das palavras-chave – A densidade de palavras-chave é a porcentagem de uso da palavra-chave ou frase-chave na página da Web.

34. Pesquisa por palavra-chave – Refere-se ao processo de encontrar as palavras-chave mais relevantes que você deve usar em seu site, quando se trata de otimização de conteúdo. Uma vez que os resultados dos motores de busca são categorizados com base nas palavras-chave, você precisa usar somente palavras-chave relevantes para garantir que você atraia tráfego relevante.

35. Keyword stuffing – O preenchimento de palavras-chave é o processo de adicionar muitas palavras-chave ao conteúdo. A finalidade desta atividade é manipular o algoritmo do mecanismo de pesquisa na classificação de um site melhor, mas essa prática é penalizada pelos motores de busca, razão pela qual não é recomendado aplicar preenchimento de palavras-chave na otimização de conteúdo.

36. KPI – Indicador de desempenho chave é um tipo de medida usada para avaliar o desempenho do site.



37. Página de destino – Uma página de destino, também chamada de uma página de captura de leads ou de uma plataforma, é uma única página que aparece depois que o usuário clicou no link no resultado do mecanismo de pesquisa, no anúncio do mecanismo de pesquisa, no link postado em mídias sociais, link incluído na campanha de email, etc.

38. Lead – No marketing online, o Lead é um potencial contato de venda. Isso significa que apenas os contatos que são mais propensos a se tornar seus clientes, devido aos seus interesses, necessidades, etc., são chamados de leads. Diferentes estratégias de marketing na internet são usadas para gerar leads.

39. Meta tag – Este é o sistema de codificação utilizado no HTML para marcar o conteúdo do site, a fim de permitir que os mecanismos de pesquisa compreendam os dados. As metatags fornecem os metadados sobre o documento HTML.

40. Métrica – A métrica é uma medida que é usada para rastrear e monitorar um elemento específico de um site para avaliar o desempenho do site.

41. Dispositivo móvel – Um dispositivo móvel é um pequeno dispositivo de computação portátil, como um smartphone ou um tablet.

42. Mobile-friendly – Este termo é geralmente usado para o design do site. O site compatível com dispositivos móveis é o site que os usuários podem acessar usando qualquer dispositivo móvel, sem que isso prejudique a experiência do usuário.

43. Teste multivariante – Teste multivariante refere-se ao processo de teste de uma página na qual várias variáveis ​​são modificadas, a fim de determinar a combinação das variáveis ​​que dão melhores resultados.

44. Off-page – Os fatores que afetam o ranking, que não estão disponíveis no site atual, incluem links externos.

45. Publicidade online – A publicidade online, também chamada de publicidade digital, é a forma de marketing que usa a internet para promover um negócio e distribuir mensagens promocionais.

46. ​​On-page – Os fatores que afetam o ranking, que estão disponíveis no site real, incluem tags, palavras-chave, conteúdo, etc.

47. Otimização – Otimização é o processo de melhorar diferentes elementos no site e fora do site de acordo com as diretrizes de SEO, a fim de melhorar o posicionamento do site nas páginas de resultados do mecanismo de pesquisa. Vários aspectos de um site podem ser otimizados, como otimização de conteúdo, otimização de títulos, otimização de imagem, otimização de vídeo, etc.



48. Otimização(2) – Otimização é o processo de melhorar algo, para aumentar sua funcionalidade e eficiência. Em termos de marketing na internet, a otimização geralmente é o processo de aprimoramento do site, a fim de melhorar o ranking e aumentar o tráfego obtido através de resultados orgânicos.

49. Visitas orgânicas – O número total de pessoas únicas que viram seu site ou publicação por meio de sites de busca em resultado de pesquisa não pago.

50. Visitas pagas – O número total de pessoas únicas que viram seu site ou publicação através de de sites de busca em resultado de pesquisa paga.

51. Outbound marketing – O marketing de saída refere-se ao uso de fontes externas para espalhar a palavra do seu site. Ao contrário do marketing de entrada, os métodos de saída usam fontes externas, pagas e não pagas para gerar leads e melhorar o desempenho do site.

52. Personalização – Refere-se ao processo de adaptação de acordo com as necessidades específicas. A personalização é uma abordagem especialmente recomendada no marketing de redes sociais, bem como no marketing por email, pois permite estabelecer conexão com seguidores sociais ou assinantes de email.

53. Plataforma – Uma plataforma é um sistema informático no qual o aplicativo é executado.

54. Posicionamento – No marketing na internet, o posicionamento refere-se à posição do site nas páginas de resultados dos sites de busca. Uma vez que as páginas posicionadas no topo dos resultados obtêm mais visitas, o posicionamento é uma atividade importante do marketing na internet.

55. PPC – PPC, abreviação de pagamento por clique, é um tipo de publicidade paga usada no marketing online, onde os anunciantes pagam cada vez que um usuário clica no anúncio, que pode ser exibido nas páginas de resultados do site de busca como resultados patrocinados , ou em redes sociais.

56. Proxy – Um proxy ou servidor proxy é outro computador através do qual a comunicação entre o cliente e o recurso é estabelecida.

57. Ranking – Ranking refere-se à posição de um site nas páginas de resultados dos sites de busca. À medida que os sites de posicionamento do motor de busca são baseados em critérios diferentes que afetam o ranking, é importante seguir as diretrizes do mecanismo de pesquisa para melhorar o ranking e, assim, promover seu site.

58. Alcance – Alcance é o número total de pessoas que podem ver sua mensagem ou campanha de marketing na internet.

59. Referência – Isso se refere à página que está vinculando através de link em outra página ou site.

60. ROI – O retorno do investimento, comumente conhecido como índice de rentabilidade, é o benefício que o investidor conseguiu através do seu investimento. ROI é uma comparação do lucro que você conseguiu e do investimento inicial.



61. Consulta de pesquisa – A consulta de pesquisa é um termo que um usuário digita no mecanismo de pesquisa. Existem diferentes tipos de consultas de pesquisa, dependendo do tipo de informação que os usuários buscam no uso dos motores de busca.

62. SEM – Search Engine Marketing é um tipo de marketing Digital Online onde o site é promovido através de mecanismos de busca, usando métodos não pagos (SEO) e pagos (PPC).

63. SEO – Otimização de mecanismos de busca é um tipo de marketing na internet onde o ranking do site é melhorado usando métodos não pagos.
64. O SERP – SERP representa a página de resultados do mecanismo de pesquisa, e é a página, que é mostrada aos usuários depois de digitarem uma consulta de pesquisa no mecanismo de pesquisa. O mecanismo de pesquisa A página de resultados mostra os resultados relacionados à consulta, incluindo resultados patrocinados (pagos), bem como resultados orgânicos.

65. Sessão – Uma sessão é uma presença de endereço IP específico que não visitou o site nos últimos 30 minutos. Em termos de website, uma sessão é ocasionalmente definida como uma visita durante um determinado tempo.

66. SMM – O marketing de redes sociais é um tipo de marketing online que usa sites de redes sociais para promover um negócio, aumentar o tráfego e gerar leads.

67. Estratégia – Estratégia é um plano de negócios bem desenvolvido que envolve o plano e a análise da situação atual, os objetivos que devem ser alcançados pela implementação da estratégia, o conjunto de ações a serem realizadas, bem como formas de monitoramento e medir a eficiência da estratégia. Em termos de marketing na internet, a estratégia de marketing digital online envolve planejamento e tarefas a serem realizadas como parte do marketing na internet.

68. Público-alvo – O público-alvo é o grupo de usuários online que se deseja alcançar. Você deve otimizar sua estratégia de marketing digital online, a fim de maximizar as chances de atingir seu público-alvo, pois esses usuários são mais propensos a se tornar seus clientes, assinantes, seguidores, etc.

69. Segmentação – A segmentação é o processo de seleção. Geralmente, refere-se à seleção de potenciais clientes, para estabelecer um grupo, muitas vezes chamado de grupo-alvo, daqueles que são mais propensos a se tornar seus clientes.

70. Trademark – Trademark é um design, que é reconhecível e representa uma imagem de uma empresa, empresa ou indivíduo.

71. Tráfego – No mundo online, o tráfego refere-se ao fluxo de dados. Quando se trata de sites, o tráfego representa a quantidade de dados enviados e recebidos pelos visitantes desse site, independentemente do uso do método pago ou não pago.

72. URL – Uniform Resource Locator refere-se à localização do arquivo na internet. É o endereço do site, que você digita no navegador para encontrar um site específico.

73. Usuário – Em termos de mundo on-line, um usuário é uma pessoa que usa a internet para encontrar informações ou estabelecer contato.



74. Visibilidade – A visibilidade é a chance de o seu site aparecer nas páginas de resultados dos sites de busca. O marketing na Internet deve aumentar a visibilidade do seu site e, assim, aumentar a possibilidade de o seu site aparecer nos resultados orgânicos.

75. Visita – Visita, também chamada de sessão, é a medida usada para significar a ação do usuário acontecendo em um determinado período.

76. O W3C – W3C representa o Consórcio World Wide Web e representa a comunidade trabalhando em conjunto para desenvolver e aprimorar os padrões da web.

77. Ferramenta de análise da Web – Essas ferramentas são usadas como parte da análise da web, com o objetivo de monitorar e analisar o desempenho do site.

78. Navegação na Web – Navegação na web é o processo de usar um navegador da Web, um aplicativo de software, para procurar informações online.

79. Webmaster – Webmaster é a pessoa que cria e gerencia um site.

80. Análise do site – A coleção de métricas diferentes, como visitas ao site, taxa de retorno, duração da sessão, referências, etc., representa a análise do site. Esses dados sobre o site são usados ​​para analisar e monitorar o desempenho do site.

81. Site de Diretórios – Um site de diretório, também chamado de diretório de links, é um site especializado em links para outros sites, que são divididos com base nas categorias.

82. Navegação do site – A navegação no site representa a estrutura do site que é usada para direcionar os usuários para diferentes partes do site.

83. Saturação do site – Este termo refere-se ao número de páginas da Web de um único domínio, indexadas pelos mecanismos de pesquisa.

84. Whois – Esta é uma ferramenta online, que permite digitar o URL que deseja verificar e ver quem é o proprietário do site. As informações adicionais incluem o endereço de e-mail do proprietário, a empresa de hospedagem, a data de expiração do domínio, etc. Quando você registra um domínio, você pode optar por esconder esta informação, caso em que a ferramenta não mostrará esses resultados quando seu site for analisado.




VER TUDO Add a note
Você
Adicionar comentário
 


APP GYN Cursos Programa de recompensas GYN Cursos

Cursos Mais Populares

gyncursos.com.br © Desenvolvido por GYN SITES